22.3.09

Tsunami de informações

Uma das consequências do tsunami de informações que estamos nos acostumando a receber todos os dias é o sentimento de ansiedade e angústia. Preciso receber todas as informações importantes, entendê-las e saber aplicá-las à minha vida. Preciso estar conectado, ler emails, tweets, sites, blogs e continuar "vivendo": dormir, comer, trabalhar, me relacionar também na vida real, etc. Preciso identificar o que é fato e o que é propaganda, mito ou spam. Preciso planejar o futuro, que eu não tenho a menor ideia de que cara terá. Preciso lidar com neuroses e medos que me perseguem desde que eu me entendo por gente. Preciso respirar. Será que a minha lista de prioridades tá certa?

O Luli Radfahrer deu uma entrevista para Patrycia Travassos no GNT Alternativa Saúde e fala, dentre outras coisas, sobre as inovações tecnológicas e sua influência no comportamento:



Esse mesmo Luli (aliás, é o único Luli que eu conheço) fez uma palestra muito legal na terceira edição do projeto Descolagem realizado no NAVE em 22/11/08, sobre a tecnologia e o futuro da educação:



Você pode encontrar mais informações sobre o Luli na sua página (excelente, sobre design de interfaces e criatividade digital e com muitas informações relacionadas à educação) e pode segui-lo no Twitter (o último tweet dele foi: "Sem Twitter no fim de semana. Adicção tem limite.").

#CURTAS:
@ Pesquisadores dizem que amigos virtuais podem atrapalhar relações reais. Comentário: quantos casais que você conhece já apagaram suas páginas no Orkut ou brigaram por causa delas? O problema está no Orkut ou nas pessoas?
@ Surge mais um tipo de grupo: o nerd vaidoso ou tecnossexual. Nem olhem pra mim!

xxx

SXSW

O SXSW (abreviação de South by Southwest - Sul por Sudoeste) é um grupo de festivais e conferências interativas sobre tecnologia, filmes e música que acontece todas as primaveras na cidade de Austin, Texas. A primeira edição foi em 1987, como um pequeno festival de música e foi se transformando no que é hoje um dos principais eventos de mídia que reflete, discute, mostra e cria tendências relacionadas à cultura e mídia. A edição desse ano acabou de acontecer e foi seguida de perto por curiosos do mundo todo que inundaram a blogosfera (e a twitosfera) com informações sobre o evento. Abaixo está a ilustração gráfica da palestra de abertura do evento, por Tony Hsieh of Zappos (clique sobre a imagem para vê-la em tamanho maior).



Um dos painéis com maior repercussão (na área de educação e tecnologia) no SXSW desse ano foi o chamado Edupunk: educação de código aberto. A introdução do painel é: "Professores que adotam o faça-você-mesmo em todo o mundo estão utilizando sistemas de código aberto para gerenciamento de cursos, livros de acesso aberto e outros recursos de código aberto para quebrar as correntes e limitações de programas educacionais de empresas. Esse painel sobre os edupunks vai estremecer o evento discutindo esse movimento, os desafios e seu futuro."

Uma análise legal desse painel foi escrita por Lionel Menchaca (clique AQUI para ler o texto, em inglês). Um dos tópicos mais debatidos foi "se a tirania do conhecimento móvel - como o Twitter - não estaria empobrecendo o pensamento crítico e a reflexão aprofundada". A conclusão de Lionel é que a educação, como outras "indústrias", precisa evoluir e a tecnologia pode ser utilizada pra isso. Mas a tecnologia pode também atrapalhar. Como em toda discussão complexa, não há uma resposta fácil.

@ Clique AQUI para ver 70 páginas de anotações criativas que Mike Rohde fez durante o SXSW '09.

Um comentário:

  1. Oi Rafael!
    Que legal o seu blog, gostei muito. Não sei se lembra de mim, afinal de contas éramos colegas de segundo grau, coisa que nem existe mais... Desculpe só agora me apresentar.
    O meu outro blog está temporariamente fechado ao público por motivo de invasão, se quiser me manda seu e-mail pra eu te enviar um convite. (hane.libanio@gmail.com)
    beijão

    ResponderExcluir