17.6.09

Eternamente responsável

Em primeiro lugar, quero agradecer aos emails e comentários que tenho recebido. Quero agradecer também às pessoas que têm “espalhado” esse blog.

Tenho lido, estudado e pensado muito sobre a globalização e a educação para escrever um artigo científico. Tenho lembrado de algumas experiências que tive com pessoas de culturas bem diferentes da nossa. O que mais me chamou a atenção quando conheci pessoas de países que eu nunca nem tinha ouvido falar, foi entender que, lá no fundo, a gente é muito igual. Todos nós queremos as mesmas coisas: uma vida tranquila, uma família legal, uma vida confortável com dinheiro que pague as contas no fim do mês... Todos amam e sofrem, nascem da mesma forma e morrem diferentes. Todos somos condicionados a pensar e agir de acordo com uma certa cultura e com valores que nos são transmitidos. Mas, no fim das contas, todos temos um cérebro e um coração, que funcionam em conjunto.

Hoje eu li um texto muito legal no blog do autor e empreendedor Seth Godin. A tradução é minha, desculpem se há algum erro:

Você é importante

- Quando ama o trabalho que faz e as pessoas que o fazem com você, você se torna importante.
- Quando você é tão cuidadoso, generoso e preocupado que você pensa em outras pessoas, antes de você, você se torna importante.
- Quando você faz do mundo um lugar melhor do que você o encontrou, você se torna importante.
- Quando você continua a aumentar a qualidade do que faz e como você faz, você se torna importante.
- Quando você ensina e perdoa e ensina mais ainda, antes de julgar e criticar, você se torna importante.
- Quando você toca no coração e na alma das pessoas por suas ações (e palavras), você se torna importante.
- Quando as crianças crescem querendo ser você, você se torna importante.
- Quando você vê o mundo como está, mas insiste em tentar fazê-lo como acha que ele pode e deve ser, você se torna importante.
- Quando você inspira um ganhador do prêmio Nobel ou um morador de favela, você se torna importante.
- Quando o lugar se enche de luz quando você entra, você se torna importante.
- E quando o que você deixa para outras pessoas continua por horas, dias ou uma vida toda, você se torna importante.

Achei muito lindo. A globalização está OK, se ela servir para tornar o mundo mais humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário