19.12.12

Orgulho que não tem fim - a missão

Sempre digo que me sinto muito abençoado, principalmente pela chance de passar por essa vida com pessoas tão especiais - e digo isso me referindo tanto à minha família biológica quanto à minha família escolhida, os meus amigos. Mas algo que me faz agradecer com muita frequência mesmo é o fato de ter os pais que tenho. Já escrevi aqui o quanto admiro a minha mãe e, dessa vez, escrevo sobre o quanto me sinto orgulhoso e abençoado por ter o pai que tenho. Um exemplo de integridade, de pessoa batalhadora e honesta que começou como concursado do Banco do Brasil em Brasília nos anos 70 e se tornou um dos grandes líderes do nosso país, sempre carregando e demonstrando valores sólidos. Ele está da lista dos 100 brasileiros mais influentes da Revista Época, onde estão também a  Secretária Claudia Costin e o Prefeito Eduardo Paes.

Paizão, eu te amo. Muito obrigado por tudo que você fez e faz por mim. Obrigado, principalmente, por você ter investido tempo de qualidade e recursos na minha educação e me mostrado o que é ser um grande homem. 


 

Um comentário:

  1. Eu desconfiava que esse Parente era parente de um Parente que eu já tinha ouvido... É...Parentesco é genético...:-)

    ResponderExcluir