12.9.13

Você realmente sabe o que é verdadeiro na internet???

No começo do mês, a revista Exame publicou, em sua página oline, um artigo que dizia que "estudantes criam garrafa que converte água do mar em potável". Poucos dias depois, o mundo inteiro compartilhou um vídeo de uma suposta garota que tenta fazer uma dança sensual e acaba sofrendo um acidente, quebrando uma mesa de centro e suas roupas pegando fogo.

Mas... SURPRESA! Tanto a notícia quanto o vídeo não correspondem à realidade! A garrafa era somente um protótipo para um concurso de design. Apesar de nós já termos a tecnologia necessária para transformar água do mar em potável, ainda estamos longe de uma tecnologia avançada que funcionaria numa pequena garrafa. O vídeo foi criado por um programa de TV americano como uma pegadinha mesmo. A intenção do programa era testar o quanto as pessoas acreditariam que o vídeo era verdadeiro. Depois de algum tempo, o programa divulgou o vídeo completo e vemos que tudo não passou de uma brincadeira:





Qual a moral da história? Com a quantidade de novas informações que recebemos todos os dias por email, redes sociais e telefones celulares, está cada vez mais difícil saber o que é, de fato, verdadeiro. E a tendência é piorar... Quantos de nós já não compartilhamos essas correntes, notícias sobre alimentos que curam, ou notícias sobre privacidade nas redes sociais? Há alguns meses um texto satirizando essa última questão e eu compartilhei no Facebook:

"O Facebook contratou a Fada do Dente para procurar usuários que não escovam os dentes antes de dormir. Se isso acontecer com você, um duende perneta te ligará à cobrar de um reino tão tão distante e pegará o número do seu cartão de crédito e o Facebook lhe cobrará uma taxa de R$ 5,00. E isso não é tudo! Uma vez que isso ocorra, seu nome será removido automaticamente das listas de presente do Papai Noel e do Coelho da Páscoa! Se você NÃO concorda com isso, compartilhe no seu mural, dê três pulinhos, gire feito bayblade por 10 minutos e pare com um pé só sem cair.Ah! E quando fizer um novo LOGIN no Facebook, pare para ler a informação que diz: O FACEBOOK É GRATUITO E SEMPRE SERÁ."

Pessoal, essa mensagem (e versões) estão pipocando por aí, satirizando todas as falsas mensagens criadas e compartilhadas não só no FB, mas em outras redes sociais e por email. Fica a lição da gente desconfiar sempre do que lemos na internet (inclusive de mensagens relacionadas à saúde ou religiões). Sempre que algo parecer errado, dê uma googlada nas palavras chave e busque versões diferentes da mesma informação. Para os educadores, é super importante ensinar nossos alunos sobre isso para que eles também desenvolvam esses hábitos"


Um comentário:

  1. De fato. Acho que a minha ficha caiu sobre isso quando compartilhei na rede social uma imagem do ex-presidente Lula lendo um livro que estava ao contrário e um amigo meu percebeu que era montagem pela posição das mãos dele em relação ao livro. Fiquei tão indignada com aquilo, porque no fundo eu estava compartilhando uma mentira e tenho vários amigos nessa rede social que são ou que foram meu alunos. É preciso ter esse cuidado mesmo!

    ResponderExcluir